Quantcast
Calendário
Rede do EPL
Apóie o EPL
Blog

O artigo a seguir foi escrito por  Diego Marcell, formado em Teologia, estudante de Artes Visuais e especialização em Ensino de Filosofia no Ensino Médio.

educacaoA condição que se apresenta a educação brasileira é tão broxante diante do seu atraso metodológico e de conteúdo, além é claro da cadeia de mediocrismo que vem sendo implantada desde as series iniciais e que perpetuam com todo gás incutido na formação e continuação de professores e alunos, que fica praticamente impossível argumentar num âmbito que seria próprio para isso, já que a padronização da miséria intelectual comanda todos os campos de atuação e realização do que chamam educação, mas que na verdade está mais para uma segmentação de modelos de implantação, já que mesmo quando se propõe a discussão se está sujeito a uma normatização de comportamento que não pode ser alterado, pois quando isto ocorre todo restante se sente atacado por um inimigo ilusório criado pela ignorância e transformado em mito, pois é inviável chegar onde a incapacidade não permite, desta forma, a chamada educação brasileira obriga a baixar o nível de comparação e não se almeja nada além de uma condição rasa de instrução e diálogo, sendo assim, continuamos eternamente a formar educadores medíocres e incapacitados de encontrar alternativas, e continua a se propagar o mais baixo dos sensos comuns. (more…)

O artigo a seguir foi escrito por Luan de Menezes, Coordenador Regional do Estudantes Pela Liberdade na Região Norte do País.

liberdade1Um dia desses me perguntaram: “Luan, se defende legalização das drogas, o feminismo e casamento homossexual, o que faz você diferente da esquerda? ”. Percebi que era uma pergunta sincera, de alguém com curiosidade e uma vontade inocente de aprender. Contudo, confesso que não foi uma pergunta fácil de responder. Não porque a pergunta fosse complexa. Mas porque era capciosa. Decidi que responder que era um liberal e que rejeitava os termos esquerda e direita como posição política era o jeito mais simples para se fazer entender. (more…)

O artigo a seguir foi escrito por Roni Stefanuto, Coordenador Local do Estudantes Pela Liberdade em São Paulo.

 

objetivoUm estudante de administração, no primeiro ano de faculdade, ao entender princípios básicos da organização, deve passar a se questionar: “será que os governos nunca estudaram isso?”, e quando olhamos pro Brasil, tudo parece ainda mais evidente.

A intenção aqui é abordar a ineficiência do estado com enfoque na  ciência da administração, e deixando um pouco o aspecto político-econômico de lado. (more…)

O artigo a seguir foi escrito por Luan Sperandio, Coordenador Local do Estudantes Pela Liberdade no Espírito Santo, e publicado originalmente aqui.

capitalisticcronyismLuíza, estudante de ensino médio, percebeu a oportunidade de lucro em sua escola e abriu um pequeno comércio: passou a vender bombons de chocolate caseiros aos colegas.

Havia uma cantina por lá, que também vendia chocolates, mas não chegavam aos pés dos de Luiza: os doces quase sempre tinham aspecto envelhecido, passavam noites seguidas fora da geladeira porque a cantina queria economizar em luz elétrica, e eram feitos sem muito cuidado. (more…)

por Jack Enright

mutualismoO que é Anarquia? Caos.

Apesar das quase meia dúzia de tentativas do meu professor de acabar com esse mito, muitos dos meus colegas de Política Internacional usaram esta definição de uma palavra para caracterizar as filosofias que prescrevem uma ausência de governo central. (more…)

[O artigo a seguir faz parte da coluna “Os dois lados da moeda”, onde duas lideranças do Estudantes Pela Liberdade com visões diferentes escrevem sobre o mesmo tema, abordando perspectivas diferentes e expandindo o debate dentro o Movimento Liberal]

O Artigo a seguir foi escrito por Lucas Bellinello, Coordenador Estadual do Estudantes Pela Liberdade em Mato Grosso.

igEis aquele que talvez deva ser um dos temas que acho mais profundo e complicado de ser debatido: Identidade de gênero é um tema que acho complicado de se debater porque é muito difícil de escrever ou falar algo sobre o tema sem pôr um pouco de seus valores,  pois é impossível ser neutro, mas como aquilo que é desafiador muitas vezes é interessante, resolvi falar sobre. Claro que por não ser um especialista no caso há chances reais de eu falar bobagem ou causar algum estado de mal estar, mas irei falar do tema porque todo assunto que gera um conflito de ideias acaba sendo importante para aprender ou gerar uma nova ótica sobre o assunto. (more…)

[O artigo a seguir faz parte da coluna “Os dois lados da moeda”, onde duas lideranças do Estudantes Pela Liberdade com visões diferentes escrevem sobre o mesmo tema, abordando perspectivas diferentes e expandindo o debate dentro o Movimento Liberal]

O Artigo a seguir foi escrito por Vitor Barros, Coordenador Local do Estudantes Pela Liberdade em São Paulo.

identidade-de-generoAntes de tudo é necessário fazer uma breve distinção entre algumas categorias – que frequentemente são mal compreendidas – para o melhor desenvolvimento do tema: sexo biológico e identidade de gênero. (more…)

O Artigo a seguir foi escrito por Diego Lopes, Coordenador Local do Estudantes Pela Liberdade em São Paulo.

 

 

dGraduar-se em direito, no Brasil, é o mesmo que dizer estar a formar-se, em um período de cinco anos, em um curso cujo título bem mais apropriadamente poderia ser “formar-se em Estado de Bem-Estar Social”.

Se, sob a ótica da Escola Austríaca, entendemos as consequências das ações do estado e das frustradas ideologias políticas sobre os caminhos incorruptíveis da economia, não há como, para o bacharelando em direito que se julga sério em seus estudos, simplesmente ignorar uma realidade fática e diária tão forte tal qual esta: a de que a ciência econômica precede o direito público. (more…)

O Artigo a seguir foi escrito por Jefferson Viana, Coordenador de Comunicação do Estudantes Pela Liberdade no Rio de Janeiro.

cuba“Sem dúvida a promessa de maior liberdade tornou-se uma das armas mais eficazes da propaganda socialista, e por certo a convicção de que o socialismo traria a liberdade é autêntica e sincera. Mas essa convicção apenas intensificaria a tragédia se ficasse demonstrado que aquilo nos comprometeria como o Caminho da Liberdade era na realidade o Caminho da Servidão.” – Friderich August von Hayek

  (more…)

O Artigo a seguir foi escrito por Thiago Kistenmacher Vieira, Coordenador Local do Estudantes Pela Liberdade no Rio de Janeiro.

marSei que escrever com o intuito de mostrar uma face diferente desses personagens tidos como heróis nacionais, salvo exceções, é quase uma “heresia” no círculo acadêmico e político brasileiro. Entretanto, como sempre somos alertados a pensar criticamente, eis o que proponho no artigo ora apresentado. Essa perspectiva é parte da diversidade que muitos dizem defender, mas que odeiam quando ela se manifesta. É imperioso ressaltar que não é por criticar Marighella que necessariamente me posiciono em favor d (more…)