Quantcast
Diagrama de Nolan
Doe agora
Saiba mais
Blog

Librepensantes por una sociedad abiertaDébora Góis Torres, Diretora de Fundraising dos Estudantes Pela Liberdade, irá participar do evento “Librepensantes por una sociedade libre” na Bolívia. O evento é organizado pelo Estudiantes por La Libertad e conta com o apoio da Rede Liberal de América Latina (RELIAL) – uma rede de 39 organizações liberais da América Latina – e da Fundação Friedrich Naumann.

Lá, Débora irá falar sobre o trabalho dos Estudantes Pela Liberdade no Brasil e nossas experiências de sucesso

O evento também contará com a presença de Ricardo Murphy, presidente da RELIAL, Walter Caltro, diretor acadêmico da Fundácion Libertad, e Roberto Ortiz, fundador do Estudiantes por La Libertad na Bolívia.

Clube on LibertyGestada durante uma reunião do Clube On Liberty, a “I Semana da Liberdade” em Brasília foi um estrondoso sucesso! Com cinco dias de discussões e palestras, o evento levou as ideias da liberdade e o pluralismo à UnB e contou com 380 inscritos.

Mesmo com ameaças de invasão, cartazes rasgados, e tentativas de sujar sua imagem, nossas lideranças resistiram e realizaram um grande evento! (more…)

Liberdad na Estrada 3A primeira semana do Liberdade na Estrada foi um sucesso! Centenas de estudantes por todo o Brasil tiveram a oportunidade de ouvir e discutir problemas públicos para soluções privadas. (more…)

1. Frei CanecaO Grupo de Estudos Frei Caneca deu o pontapé inicial nas suas atividades no segundo semestre com o evento “Sede de Liberdade” que, com três palestras retiradas das discussões feitas no passado, fechou um ciclo iniciado no semestre anterior.

A palestra “Bitcoin: cultura monopólio x avanço econômico” foi ministrada por Andreza Alexandre. Na ocasião, Andreza explicou como o bitcoin funciona, sua segurança, como usar e onde obter. Após uma rodada de perguntas, cartões pré-carregados com bitcoins foram sorteados.

Em seguida, Pedro Coelho ministrou a palestra “Bolsa Família e Nutrição”. Utilizando como base seu trabalho de conclusão de curso, Pedro cruzou os dados daqueles que melhoraram sua nutrição com o de pessoas abarcadas pelo programa social com viés liberal, e concluiu que o Bolsa Família teve um papel importante no combate à desnutrição de seus beneficiários.

Fechando o evento, Mano Ferreira trouxe a palestra “Uma Genealogia da Liberdade”, fazendo abordagem histórica do conceito de liberdade, suas definições, principais pensadores e filosofias. Uma rodada de debates e discussões sobre o tema e suas nuances fechou com chave de ouro o primeiro encontro do semestre.

Para Anderson Alves, idealizador do evento em conjunto com outras lideranças locais dos Estudantes Pela Liberdade, o evento mostra o amadurecimento das ideias da liberdade em Recife, para ele “[…] ficou claro o potencial que temos para crescer e agregar ainda mais conhecimento através de nossos encontros e palestras. Um bom exemplo disso é que 2 dos 3 palestrantes foram selecionados a partir das reuniões do primeiro semestre e o último, Mano Ferreira, foi o fundador do Grupo.

O mesmo pensa Larissa Wanderley, coordenadora estadual dos Estudantes Pela Liberdade em Pernambuco, que vê o sucesso do evento como um motivador para trabalhar cada vez mais!

Se você é de Recife e tem interesse em fazer parte do grupo de estudos, pode entrar em contato com na página do Frei Caneca. Afinal, como já diria Frei Caneca: “Quem bebe da ‘minha caneca’, tem sede de liberdade”.

Você quer apoiar mais iniciativas como esta? Doe agora para os Estudantes Pela Liberdade: https://pag.ae/bccq0RW

(more…)

PRAO diplomata e professor Paulo Roberto Almeida irá palestrar no Liberdade da Estrada à ser realizado em Belo Horizonte, no Ibmec.

Inspirado, ele já  escreveu um grande artigo sobre o tema do evento – Problemas Públicos, Soluções Privadas – e disponibilizou para leitura.

Está imperdível! Leia agora:

pdf

 

 

 

Além disso, o diplomata também fez um texto introdutório para sua palestra. Também recomendamos a leitura:

pdf

 

 

Você já pensou o que realmente nos distingue dos outros animais? O filosófo moral Adam Fergunson – uma das mentes brilhantes do iluminismo escocês, junto a Adam Smith e David Hume – costumava dizer que os outros animais alcançavam ainda em vida a perfeição que a natureza lhes deu.

Ao contrário dos humanos! Nossa espécie progride com o progresso do indivíduo, como diria Fergunson, “[…] constrói, em cada idade subsequente, sobre fundações erguidas no passado”.

Nos erguemos nos ombros de gigantes, pensamos, raciocinamos, pesquisamos, desenvolver soluções para além daquelas que estão disponíveis hoje. Escapamos de ter nosso futuro como uma sucessão de passados quando inovamos!

(more…)

Meu processo de candidatura para o “Global Competitiveness Leadership Program” (GCL) começou no início do ano de 2015 quando os Estudantes Pela Liberdade me perguntou se teria interesse em me candidatar para o ciclo do programa 2016.

Aceitei o convite, redigi e enviei para o Instituto Ling os documentos exigidos:

  • Carta de interesse explicando a minha trajetória e os benefícios
    que o programa me proporcionaria;
  • Carta de recomendação;
  • Currículo;
  • Cópia do meu teste de proficiência em inglês.

A próxima etapa foi uma dinâmica presencial em grupo, no próprio Instituto Ling, em Porto Alegre, onde pude conhecer a instituição e os outros candidatos à vaga. Durante toda a manhã realizamos diferentes atividades que foram acompanhadas por funcionários do instituto e membros da família Ling.

Um mês após a visita ao instituto, recebi um telefonema informando minha aprovação no programa. A próxima etapa do processo seria gerida pela Georgetown University. Dias depois, recebi a notícia de que, por não cumprir a exigência de idade mínima, estaria impedida de realizar o programa na Georgetown University. No Instituto Ling, fui aconselhada a me candidatar novamente no próximo ano.

Durante o ano de 2016, entrei em contato com o Instituto Ling para expressar meu interesse no programa. No meio do ano mandei novamente meus documentos para a inscrição e preenchi um formulário online para a Georgetown University, detalhando a ideia de um projeto a ser desenvolvido durante o programa.

Algumas semanas depois, os recruiters de Georgetown entraram em contato para marcar uma reunião via Skype. A reunião durou cerca de 30 minutos envolvendo perguntas relacionadas ao meu projeto, minha trajetória e alguns dos meus objetivos profissionais.

Pouco tempo depois recebi a tão esperada notícia que havia sido aprovada para o ciclo de 2017 do GCL. Não tenho palavras para expressar minha gratidão ao Instituto Ling, por me proporcionar essa oportunidade e ao Estudantes Pela Liberdade, por me abrir essa porta.

Creio que será, profissionalmente, uma experiência única poder conviver com líderes de toda a América Latina, desenvolver meu projeto e aprender com os melhores profissionais da área na Georgetown University, uma instituição de renome internacional.

Isabel Christo

Isabela Christo

Alumnus dos Estudantes Pela Liberdade

Você quer apoiar mais iniciativas como esta? Doe agora para os Estudantes Pela Liberdade: https://pag.ae/bccq0RW

EPL pernambuco

Comparado ao semestre anterior, houve aumento de 150% nas inscrições para coordenadores locais, o número total de coordenadores (somando sêniores e novatos) na terra de Joaquim Nabuco quase triplicou.

A fim de integrar os novos coordenadores com os antigos, além de apresentar e desenvolver novos projetos, a coordenadora estadual Larissa Wanderley realizou uma reunião de apresentação e confraternização.

Na ocasião, os grupos locais ligados ao Estudantes Pela Liberdade foram apresentados e os novos integrantes puderam escolher em qual iriam focar suas atividades. A chegada desse grande número de coordenadores fez o Coletivo Nabuco, o Grupo de Estudos Frei Caneca, e o Lideranças nas Escolas contarem com um reforço muito importante, expandindo as perspectivas de crescimento para os próximos meses.

Para Larissa, “Pernambuco com certeza terá um excelente período e muitas novidades irão aparecer nos próximos meses. Durante a reunião pude perceber que os novos coordenadores estão bastante motivados e fizeram perguntas pertinentes de como eles poderiam se engajar. No passado, o movimento liberal se limitava, muitas vezes, à internet e às academias e, por isso, na prática, parecia uma ideia bastante difícil de ser alcançada. Por isso, uma das primeiras coisas que salientei no nosso encontro foi que precisamos ser criativos na propagação da liberdade, atingir e engajar novas pessoas. ”

Post Bitcoin

Os Estudantes Pela liberdade doarão 1000 edições especiais do livro “As Seis Lições”, de Ludwig von Mises.

Quer nos ajudar com mais iniciativas como esta? Você pode doar agora em:

Todos nós do Estudantes Pela Liberdade ficamos de coração partido ao ouvir hoje a notícia que o ativista venezuelano e amigo de longa data do EPL, Yon Goicoechea foi sequestrado ontem por agentes do governo Venezuelano. Yon tem sido um corajoso membro do movimento latino-americano pela liberdade há vários anos, e um dos mais ávidos defensores da liberdade na Venezuela.

Em publicação no Cato Institute, Ian Vasquez relatou que o regime Venezuelano “… anunciou publicamente que o governo havia prendido Yon sobre a falsa alegação de que ele estava carregando explosivos.” Vasquez ainda afirma: “Na transmissão de vídeo feita em rede nacional [Diosdado] Cabello se referiu ao prêmio de R$ 500.000 do Friedman Prize Award como a evidência de que Yon era algum tipo de agente-estrangeiro ligado ao terrorismo.” Esse tipo de mentira absurda já é esperada de um governo corrupto e decadente, mas nós não devemos deixar que elas permaneçam incontestadas.

FreeYonPor favor, junte-se ao Estudantes Pela Liberdade no pedido à Comunidade Internacional de Direitos Humanos para pressionar a Venezuela pela liberdade de Yon Goicoechea.

Assine a petição neste link e compartilhe a imagem ao lado com a hashtag #FreeYon em quaisquer meio que você puder. Se você tem ideias de como ajudar ainda mais, e gostaria que o EPL estivesse envolvido, por favor encaminhe suas ideias para o Diretor Sênior do Programa de Lideranças Matthew Needham em [email protected]

A captura de Yon pelo estado venezuelano é o último de uma série de ataques à ativistas defensores da liberdade com atuação mundial. O repressão do governo se intensificou na medida em que as condições materiais do país pioraram sob o chamado de “Socialismo do Século 21”. As ações recentes do governo revelam o que este tipo de socialismo é: totalitarismo, ainda que com outro nome.

O envolvimento de Yon com o Students for Liberty remete quase às origens da organização.

Além de ajudar na América Latina, Yon foi o orador principal na segunda edição anual da International Students for Liberty Conference (ISFLC), onde falou sobre sua experiência liderando o movimento pela liberdade na Venezuela.

Na ocasião, possuía apenas 23 anos e ainda era apenas um estudante de Direito. Porém, já havia conquistado mais do que a maioria de nós jamais irá. Nós não iremos descansar até que ele esteja livre para continuar este trabalho decisivo por muitos anos porvir.