Quantcast
Calendário
Rede do EPL
Apóie o EPL
Próximos Eventos
Sep 13 - 14
Próximos Eventos
Sep 13 - 14
Próximos Eventos
Sep 13 - 14

por 
Clint é uma das lideranças da rede Estudantes pela Liberdade nos Estados Unidos. Atualmente, ele ocupa o cargo de Diretor de Lideranças e Ativismo da rede.

A história  seguir foi parte de uma de série de testemunhos  de ex-líderes do Estudantes Pela Liberdade nos Estados Unidos sobre a experiência deles como coordenadores locais. Você pode se inscrever para a coordenação local do EPL aqui.

No No

Em geral, não gosto de textos sobre saídas do armário. Em 2014, eles são lamentavelmente passé, chatos e supérfluos.  Mas guardo esta história na cabeça há anos e acho que alguns ainda possam apreciar um relato água-com-açúcar.

Quando tinha onze anos, percebi que gostava de outros caras. Sim, eu gostava deles daquele jeito. Você pode suspeitar que em 2011 esta ainda era uma questão confusão e pouco confortável para uma criança branca no oeste do Texas. Quando adolescente, ainda no Ensino Médio, eu procurava fugir dos sentimentos românticos que volta e meia floresciam através de distrações como esportes, música e política. (more…)

Por Guilherme Dalla Costa
Membro do Clube Farroupilha

Boom!

1929. A Grande Depressão. Dezenas de milhões de desempregados. Milhares de lojas e fábricas fechando, pequenos fazendeiros vendendo suas terras por que não conseguiam se sustentar, o governo comprando café e jogando-o no mar para aumentar o seu preço. Pobreza, endividamento e, não raro, suicídios eram cenas comuns nos Estados Unidos e, em menor grau, no Brasil. (more…)

Por Eduardo Marques
Membro do Clube Miss Rand

Em abril de 2014, resultado de estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação mostra que, entre 30 países, o Brasil é o que menos retorna serviços públicos ao contribuinte em relação aos impostos recolhidos. Igualmente preocupante foi o relatório de 2013 da Transparency International  – Organização Não-Governamental com sede em Berlim, na Alemanha, que tem como foco o combate à corrupção – que apontou o Brasil na 72° posição, dentro de 177 países, no índice de percepção de corrupção pela população. De acordo com os métodos de avaliação da organização, ficaram empatados na posição de “país menos corrupto do mundo” Dinamarca e Nova Zelândia. (more…)

por Luiz Renato Oliveira Périco
Membro do Grupo de Estudos Leonard E. Read

O Estado policial que se ensaiava desde as repressões das manifestações de junho do ano passado tem se mostrado francamente nesses últimos dias, talvez como um dos grandes legados da Copa do Mundo. Quem tem acompanhado o noticiário nesses últimos dias não tem ignorado o que tem acontecido, mas o “Manifesto de Juristas contra a Criminalização das Lutas Sociais”, encabeçado por Fábio Konder Comparato, resume bem as irregularidades: (more…)

por Marcel Henrique Silva Freitas
Coordenador Local em João Pessoa/PB

Nesta segunda-feira (21/07), a tarifa de ônibus em João Pessoa, que custava R$2,20, sofreu um reajuste para R$2,35, valor ainda abaixo dos R$2,40 propostos pelo Conselho Tarifário Municipal.  O aumento ocorre poucos dias após a greve no sistema de transporte público que deixou centenas de milhares de pessoenses sem transporte. Se não fosse pelo que a prefeitura chama de “transporte clandestino”, e o que a população chama de “alternativos” a cidade teria parado.  (more…)

por Débora Góis

Conselheira Executiva do Estudantes pela Liberdade

O Rio Grande do Sul enfrenta novamente seu dilema nas eleições a governador do estado. Mais uma vez teremos um mandatário não reeleito? Nossa lista de governadores é bem variada, mas vale um destaque especial para os candidatos eleitos por voto direto que nunca conseguiram conquistar outro mandato. Os gaúchos sempre erram na hora de votar ou suas parcas opções sempre os fazem apostar em algo novo?  (more…)

por Débora Góis

Conselheira Executiva do Estudantes pela Liberdade

A relevância brasileira na ciência e na tecnologia: por que Steve Jobs não é brasileiro? As Universidades brasileiras formam cada vez menos jovens empreendedores. É muito mais comum pessoas fazendo cursos de graduação para prestar concurso público. Questiono aqui: onde estão as mentes brilhantes do Brasil? Buscam a estabilidade financeira sem se dar conta que seriam elas a oportunidade de termos um país com mais lideranças no mundo dos negócios. Imagine um Brasil com 80% de jovens interessados em produzir algo novo, de inovar em setores pouco explorados, buscando alternativas para problemas que envolvam novas tecnologias na saúde, ciência, no transporte, na estrutura educacional… (more…)

por Stefano Justo

Coordenador Estadual do Estudantes pela Liberdade/RJ

O futebol nacional se encontra numa situação deplorável, e infelizmente foi necessário sofrer a maior derrota em sua história para deixar isso claro a todos.

A presidente Dilma Rousseff criticou a exportação de jovens jogadores. O ministro do esporte, Aldo Rebelo, disse que o governo deveria intervir no futebol brasileiro. Como defensores de um estado forte, defendem sempre a criação de uma nova lei, ou evidenciam a necessidade de mais intervenção estatal. Vou demonstrar a seguir que essas decisões, que são praxe no cenário político nacional, estão erradas. (more…)

por Guilherme Benezra

Membro do Clube Miss Rand

Marcelo é um jovem que mora numa favela de São Paulo. Tem 25 anos e há anos trabalha como mecânico em uma oficina da família. Começou cedo no ramo, aprendera tudo com seu pai, Inácio. Infelizmente, o velho homem adoeceu e necessitava de um medicamento muito caro, os médicos estimavam que o tratamento completo iria custar R$ 10.000. Existia somente um laboratório no Brasil que fabricava esta medicação, mas a renda de Marcelo não permitia que ele gastasse tanto dinheiro.
(more…)

por Pedro Menezes

Conselheiro Executivo do Estudantes pela Liberdade

Cordell Hull foi secretário de estado do presidente americano Franklin Roosevelt durante quase toda a Segunda Guerra Mundial, fundador da ONU e Nobel da Paz em 1945. O currículo nobre não impediu que muitas das citações ao seu nome estejam relacionadas a uma das frases mais famosas da Guerra Fria. Quando perguntado sobre o ditador Rafael Trujillo, que governou a República Dominicana por 31 anos, Hull disse: “Ele pode até ser um filho da puta, mas ao menos é o nosso filho da puta”.

Grande parte do movimento LGBT no país parece adotar a mesma estratégia de Hull na sua relação com a ditadura cubana. Jean Willys, principal nome da causa LGBT no Brasil, chegou ao ponto de vestir-se de Che Guevara em ensaio para uma revista e  chama-lo de “macho alfa da Revolução Cubana”. O que Jean conveniente ignora é simplesmente o fato de a ditadura cubana ter promovido a maior e mais sistemática perseguição a LGBTs no continente americano. Todo o histórico de Che e dos irmãos Castro é relativizado – afinal, se eles são filhos da puta, aparentemente podem ser perdoados, pois são os filhos da puta “deles”. (more…)